quarta-feira, 22 de julho de 2009

Ainda bem que temos um governo competente...

Porque se assim não fosse ...

... Estávamos bem arranjados...





Ficaram elucidados ?...


.

11 comentários:

S* disse...

Se nel eles sabem, nós nao vamos saber de certeza. :P

Olhos Dourados disse...

LOL

Observador disse...

Eu sei.
E não sou ministro.

Bernardo disse...

:D

PreDatado disse...

Fiquei. :)

Tite disse...

Como?????

Não percebi!!!!!

*IzzY_MeL* disse...

Não sei se dá vontade de rir ou de chorar :/ que palhaçada!

Fred Eat Cock disse...

É que os cursos profissionais têm maior taxa de abandono.
Pois não haviam de ter. E quando falamos nos cursos profissionais para quem abandonou o ensino e agora pode voltar a um Centro de Formação Profissional e receber uma bolsa (não é esta, é uma que já recebem) e com meia dúzia de tretas ficar com um curso de fazer "píveas" a grilos que tem equivalência ao 9º ou ao 12º anos, então ainda há menos abandonos.
O que isso não quer dizer é que a população fique a saber mais, porque a regra é "passar tudo e seja o que deus (Sócrates) quiser".
Mas até é "porreiro, pá", porque os formadores (leia-se professores sem colocação) chegam a dar 12 horas de aulas por dia (seguidinhas e sem tirar fora) e levam (trazem) para casa três vezes o que ganhariam numa escola, com horário completo.
Até já há quem faça os possíveis por não ser colocado, como concorrer apenas a meia dúzia de escolas, porque os cursinhos do Sócrates também contam como tempo de serviço e correr o risco de ser colocado/a por um período máximo de três anos (isto é que é estabilidade...), a ganhar cerca de 800€, podendo ganhar 2000€ a recibo verde (exactamente com a mesma estabilidade), só um parvo/a é que vai concorrer a nível nacional (ou mesmo regional).
Outro risco que corre alguém que esteja nesta situação e seja colocado, é ter de recusar a colocação (pelos motivos já apontados) e depois ficar dois anos sem poder concorrer (é essa a penalização, segundo penso saber).
Garantido está que, daqui por dez anos, vamos ser o país com menos taxa de abandono escolar, mas onde será difícil encontrar alguém que saiba fazer uma conta de somar, ou escrever um bilhete postal de boas festas.
Com o entusiasmo, escrevi um testamento do caraças eheheh.

opinião própria disse...

Obrigado por todas as contribuições

Fabiana Gomes disse...

Nunca fiquei tao esclarecida! -.-

coisas minhas disse...

lol... nao percebi um cu

est gente sabe tao bem explicar gracas a deus

See Also

Blog Widget by LinkWithin