sábado, 9 de janeiro de 2010

Mais Desorientações de Príncipio de Ano...

São coisas que por vezes acontecem ...
Desorientação aquática...

Desorientação artistica...(Mariah Carey, com um copinho? a mais..)

Desorientação desportiva...


.

9 comentários:

A Senhora disse...

Ui... O pulo no gelo deve ter doído até a alma.

Bom final de semana

Miss Complicações disse...

Esta gente anda muito desorientada...
Credoooo*

Leaf disse...

A cena da Mariah poderia ser pior.... LOL

Sam Seaborn disse...

Muito bom... ou muito mau... :))

maria teresa disse...

O pulo no gelo podia ter sido mortal, hidrocussão...estupidez
A Mariah bebeu mais do que devia...estupidez.
O Pinto da Costa falou muito, mas não disse nada... estupidez
Todos têm algo em comum: a estupidez
Abracinho

Anira the Cat disse...

Esta gente anda louca!!

Bjokas

Galo disse...

De pôr gente na liga, para ganhar campeonatos, foi a "palhaçada" que ele fez nos últimos 25 anos.
Depois lá tinha que vir a "confusão" entre "O Norte e o Porto" e o "futebol clube do porto".
Nem o f.c.p é "O Porto", nem "O Porto" é "O Norte".
Alguém explique isso àquele cretino.
E os vermelhos da Luz são de um vermelho que tem pouco a ver com "O Pravda". Em termos políticos, acho que são de um vermelho assim a modos que "alaranjado" eheheh.
Até aí o cretinóide falhou, tal é a desorientação.
Ele devia estar era na "pildra", o vagabundo.

Fabiana Gomes disse...

ahaha xD

Dylan disse...

Aquilo que parecia ser uma homenagem a José Pedroto, 25 anos após a sua morte, pelo presidente do FC Porto, transformou-se num discurso incendiário com sinais de sobrenatural, desrespeitando a presença de amigos e familiares do antigo treinador em prol do odioso inimigo vermelho. Temo, porém, que o discurso perante tão estimado auditório serviu para expurgar pecados passados em que ambos foram unha com carne: a insubordinação perante Américo de Sá, no famoso "verão quente", os ataques insultuosos a Mário Wilson, a vergonhosa intimidação da Selecção Nacional, na estação de Campanhã, utilizada como arma de arremesso numa ridícula guerrilha Norte-Sul. A constante diabolização de "Lisboa a arder" valeu a união e o apoio mútuo entre sportinguistas e benfiquistas, na temporada de 79/80, onde venceram campeonato e taça, impensável nos dias de hoje. Porque movimentos descentralizadores, regionalistas, apesar de terem razão de existirem numa perspectiva de desenvolvimento, não são consentâneos com discursos brejeiros, revanchistas, que se traduzem num complexo de inferioridade bolorento.

http://dylans.blogs.sapo.pt/

See Also

Blog Widget by LinkWithin