segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Esmiuçar a Calamidade...

Tratou-se realmente de acontecimento terrível. Presentemente, sem sombra de duvida, continua a manter-se, na desafortunada Republica do Haiti, uma situação infernal e horrenda, que merece claramente as mais cuidadas atenções… Mas caramba, sou contra todo este aproveitamento hiper-exagerado dos órgãos de informação, nomeadamente das televisões, relativamente à actual situação confrangedora deste país.

Como de costume, os media, que por vezes parecem sedentos pela miséria e desgraça alheia, descobriram uma nova mina de ouro: o Haiti. Dando, sem hesitação, mais importância para o nível de audiências do que a qualquer outra coisa, já prevemos que este tema venha a ser esmiuçado até à última lágrima, durante os próximos dias e semanas…

Temos assim que suportar estoicamente em todos os noticiários as infindáveis descrições super realistas e detalhadas de toda a adversidade e calamidade alheia.

Este tipo de aproveitamento dos media já por nós é sobejamente conhecido. Quem não se recorda das infindáveis e tortuosas reportagens sobre a Casa-Pia, o Tsunami, o caso Joana, o caso Maddie, etc, etc ?

Eu sei que precisam de encher os jornais de alguma maneira, mas será isto jornalismo de qualidade? … Triste crise de valores…

9 comentários:

maria teresa disse...

Finalmente que encontro na blogosfera alguém que opina de acordo com o que penso.
O mundo só "acorda" quando há calamidades como esta e volta a "adormecer" deixando de pensar p.e. na Etiópia,.... Espero que o "sofrimento" dos haitianos sirva para deixar muita gente acordada.
"Alguém" ganha muito com a difuão mórbida desta calamidade.
Abracinho

FMF disse...

Hoje eu acho que o Hoje eu acho tem toda a razão.

Fê-blue bird disse...

É isso mesmo...parecem abutres à espera...lutando entre si para ver morrer e comer o mais fraco, o mais sofredor....há dias que não aguento e desligo tudo !
Um abraço amigo!

Los Compadrez! disse...

Sem dúdiva tens razão, ainda por cima o telejornal passa à hora de almoço e jantar da maioria das pessoas e ver certas situações não é lá muito bom para o estômago..

Galo disse...

Será que precisam de encher telejornais? Ou serão telejornais a mais?
Quando abriu a SIC Notícias perguntei-me onde é que eles iam buscar notícias para 24 horas. Hoje temos a resposta: 24 horas a darem as mesmas notícias e quando não chegam, inventam-se ou repetem-se as das últimas 96 horas.
Por isso é que cada vez vejo menos televisão.

A Senhora disse...

É isso aí! Quem sabe se depois dessa o mundo acorda e, se dá conta que a próxima desgraça pode ser perto demais e, que temos que ter um espírito solidário, independente das desgraças alheias. Quanto a midia... o pior é que sempre tem quem goste, não é?

Alice Psicótica disse...

Alice & Violante têm o prazer de convidar V. Excelência para uma pausa mental.

Cordiais cumprimentos,
Alice & Violante

Bloguótico disse...

Completamente de acordo! Aliás, reacção idêntica tive eu quando vi na tv uma repórter brasileira da TV Record praticamente a querer entrevistar alguém que estava soterrado, apenas com o rosto visível... enquanto um militar, julgo, tentava resgatar a pessoa em questão!

Olhos Dourados disse...

ENquanto for notícia, vai continuar a dar.

See Also

Blog Widget by LinkWithin