quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Benfica, Amor e Ódio...

Realmente o Benfica é maior clube do mundo, consegue geral unanimidades a favor e contra, consegue geral paixões e ódios exagerados.
Basta ponderar sobre os todos os acontecimentos e análises posteriores à ultima jornada da liga, para podermos constatar fanatismos exacerbados tanto para um lado como para outro da barricada encarnada. Se nos debruçarmos sobre os vários comentários dos diversos programas de análise desportiva emitidos pelas televisões, após os jogos de fim de semana, observamos, sem grande esforço, que individualidades com alto nível cultural e não inferiores responsabilidades, doutores, advogados, juristas, mantêm inconsequentemente um fanatismo e um sectarismo incompreensível no que respeita ao futebol….


Saliento dois tipos de características relevantes: Existem os antibenfiquistas primários, aqueles que são incapazes de admitir alguma vez que o Benfica está a jogar bem, que acham sempre que o seu clube (outro que não Benfica) apesar de não estar a jogar pevide, só não será campeão por roubos dos árbitros, e que nunca e em tempo algum, irão admitir que o Benfica alguma vez terá direito a um penalty legal a favor.
Existe depois o antibenfiquismo premeditado, que é bem mais fino, e que tem como finalidade o prejuízo calculado do clube por todas as formas e modos possíveis e imaginários. Exemplo disto é o condicionamento predeterminado de árbitros como aconteceu com Jorge Sousa em Braga, e a intenção de descridibilização publica com mediatização constante de noticias de teor negativo sobre o Benfica (só na 2ª feira passada foram lançadas noticias quase simultâneas sobre a falência do clube, sobre gastos de milhões destinados a Quique Flores e Mantorras e sobre queixas crimes preparadas contra o mesmo…)
E é assim que vivemos, efectivamente, se calhar o futebol não tinha qualquer graça se não existissem divergências clubisticas…Mas não nos enganemos nem exageremos, penso que é útil que haja sempre, pelo menos, um mínimo de seriedade.

Já agora, convidamos qualquer pessoa, seguidora ou não de futebol, a apreciar a correcção e naturalidade destas “entradas” efectuadas por Bruno Alves no jogo Porto-Belenenses e sobre Di Maria no jogo Braga-Benfica, e que não mereceram qualquer repreensão grave …. Onde está a seriedade do julgamento destas jogadas pelos árbitros e pela maior parte dos comentadores desportivos mediáticos?

(Musica: Kill the Poor- Dead Kennedys)
.

11 comentários:

loira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
loira disse...

Deixem jogar o benfica sossegado!

Anuska disse...

Lá no meu trabalho quando começam a falar de futebol é de uma pessoa se passar dos nervios!

▒▓█► JOTA ◄█▓▒ disse...

ººº
e ha duvidas que é o maior clube do mundo?


Saudaçoes benfiquistas!!!

S* disse...

Um grande amor!!

Bloguótico disse...

A tua primeira frase define na perfeição o Glorioso!!!!

:D

Observador disse...

Mais do que certificar o S L Benfica como glorioso - que de facto é - importa estarmos atentos, para tentar perceber o que se faz e como para perseguir o Clube.

A Liga tem dois (ou mais) pesos e duas (ou mais) medidas.

Rafeiro Perfumado disse...

E ainda existem, para grande pena minha, os benfiquistas que não conseguem manter um juízo crítico. O futebol é uma festa, infelizmente com palhaços a mais. Mas de uma coisa eu não duvido: não há melhor clube no mundo que o SLB!

Amorfo De Melo disse...

Eu gosto daqueles antibenfiquistas que quando a sua equipa marca golo e eles (e a sua equipa joga com o Olhanense) gritam "Filhos da ?%&# SLB". Isto é que é amor!

Tite disse...

Então eu vou-te contar um segredo... sou leoa, não sou anti-benfiquista e quando analiso as jogadas quer sejam do meu clube ou doutro qualquer gosto de ser imparcial e justa até ser atacada pelos fans do meu próprio clube que me chamam mais nomes do que os fans dos outros clubes.

E agora? O que se pode chamar a isto?

Boa sorte para logo, amigo.

Galo disse...

O Mundo está podre e o Mundo do futebol está em avançado estado de decomposição.
Cada um tem a sua verdade, que é como quem diz: a sua mentira.

See Also

Blog Widget by LinkWithin